(11) 3815-4887

Boletins

Data Titulo Assunto Ver
01/07/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 113 Destaques de julho de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total no mês de julho de 2016 caiu 4,6%, fechando em 74,6 milhões de m³/dia. (pags. 14 a 21) - Oferta nacional: Oferta nacional permaneceu estável e acima de 50 milhões de m³/dia. (pags. 4 a 10) - Produção nacional: Produção nacional atinge novo recorde histórico: 107,2 milhões de m³/dia. (pags. 5 a 7) - Reinjeção: Reinjeção acompanha aumento da produção e também atinge novo recorde histórico: 35,2 milhões de m³/dia. (pags. 2 e 9) - Queima de gás natural: Aumento de 24% na queima em relação ao mês anterior. (pag. 8) - Oferta de gás importado: Em julho de 2016 houve redução de 1,3% da oferta de gás importado em comparação com o mês anterior. (pags. 11 e 12)
01/06/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 112 Destaques de junho de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total no mês de junho de 2016 aumentou 8%, fechando em 78,3 milhões de m³/dia. (pags. 14 a 21) - Oferta nacional: Oferta nacional permaneceu estável e acima de 50 milhões de m³/dia. (pags. 4 a 10) - Produção nacional: Produção nacional atinge recorde histórico: 103,5 milhões de m³/dia. (pags. 5 a 7) - Reinjeção: Reinjeção também atinge recorde histórico: 31,9 milhões de m³/dia. (pags. 2 e 9) - Queima de gás natural: Redução de 4% na queima em relação ao mês anterior. (pag. 8) - Oferta de gás importado: Em junho de 2016 houve aumento de 12% da oferta de gás importado em comparação com o mês anterior. O aumento foi verificado tanto na importação de gás boliviano quanto na regaseificação de GNL. (pags. 11 e 12)
01/05/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 111 Destaques de maio de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda no mês de maio de 2016 é a menor desde agosto de 2012. (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional voltou a atingir volume aproximado de 100 milhões de m³/dia. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Redução de 8,3% na queima em relação ao mês anterior. (pag. 8) - Reinjeção: A reinjeção de gás natural apresentou aumento de 1,9% em relação ao no mês de abril. (pags. 2 e 9) - Oferta nacional: Oferta nacional ultrapassa 51 milhões de m³/d. (pags. 4 a 10) - Importação: A elevação na oferta nacional e a queda na demanda empurraram a regaseificação de GNL para um volume inferior a 1,0 milhão de m³/dia. (pags. 11 e 12)
01/04/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 110 Destaques de abril de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total apresentou aumento de 1,5% em relação à do mês de março de 2016, fechando em 77,2 milhões de m³/dia. A alta está relacionada principalmente ao segmento industrial (+4,2%). (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional em abril de 2016 foi de 95,8 milhões de m³/dia - alta de 6,0% em relação à do mês anterior. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Redução de 13,8% na queima em relação ao mês anterior. (pag. 8) - Reinjeção: Queda de 3,1% em relação ao mês anterior, totalizando 27,5 milhões de m³/dia. (pags. 2 e 9) - Oferta nacional: Aumento de 14,4%, passando de 41,9 milhões de m³/dia em março de 2016 para 47,9 milhões de m³/dia em abril de 2016. (pags. 4 a 10) - Importação: Quarto mês consecutivo de redução na oferta importada, principalmente relacionada à regaseificação de GNL, que passou de 14,07 milhões de m³/dia em janeiro de 2016 para 3,38 milhões de m³/dia em abril de 2016. (pags. 11 e 12)
01/03/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 109 Destaques de março de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total apresentou queda de 12,0% em relação ao mês de fevereiro de 2016, fechando em 76,0 milhões de m³/dia. A queda está relacionada principalmente ao segmento termelétrico, que apresentou redução de 26,1%. (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional em março de 2016 foi de 90,4 milhões de m³/dia - queda de 10,7% em relação ao mês anterior. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: A queima se manteve estável em relação ao mês anterior com 4,6 milhões de m³/dia. (pag. 8) - Reinjeção: Queda de 3,4% em relação ao mês anterior, totalizando 28,3 milhões de m³/dia. (pags. 2 e 9) - Oferta nacional: Queda de 18,7%, passando de 51,6 milhões de m³/dia em fevereiro de 2016 para 41,9 milhões de m³/dia em março de 2016. (pags. 4 a 10) - Importação: Redução na oferta importada de 7,6%, principalmente referente à regaseificação de GNL, passando de 10,0 milhões de m³/dia em fevereiro de 2016 para 6,4 milhões de m³/dia em março de 2016. (pags. 11 e 12
01/02/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 108 Destaques de fevereiro de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total apresentou queda de 1,9% em relação ao mês de janeiro de 2016, fechando com 86,4 milhões de m³/dia. A queda está relacionada ao segmento termelétrico, que apresentou redução de 7,9%. (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional registrou recorde histórico com 101,2 milhões de m³/dia - aumento de 4,0% em relação ao mês anterior. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: A queima passou de 3,3 milhões de m³/dia para 4,7 milhões de m³/dia - aumento de 43,7% em relação ao mês anterior. O campo de Lula foi o que mais contribuiu para esse crescimento. (pag. 8) - Reinjeção: Queda de 3,5% em relação ao mês anterior, fechando o mês com 29,4 milhões de m³/dia. (pags. 2 e 9) - Oferta nacional: Aumento de 4,8%, passando de 47,8 milhões de m³/dia em janeiro de 2016 para 51,6 milhões de m³/dia em fevereiro de 2016. (pags. 4 a 10)
01/01/2016 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 107 Destaques de janeiro de 2016 - Demanda de gás natural: A demanda total apresentou queda de 2,3% em relação à do mês de dezembro de 2015. Apesar do crescimento de 4,5% no setor industrial, os demais setores apresentaram queda, com destaque para o setor de geração termelétrica, redução de 7,2% (39,52 milhões de m³/dia). (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional registrou queda de 3,1% em relação a dezembro/2015, fechando o mês com 97,2 milhões de m³/dia. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Redução de 3,4% na queima de gás natural. (pag. 8) - Reinjeção: Reinjeção apresentou o maior valor do histórico, com 30,4 milhões de m³/dia. Os campos com maior volume reinjetado foram: Sapinhoá (Bacia de Santos), devido a restrições no escoamento da produção, e Piranema (Sergipe), devido ao aumento da produtividade do campo. (pgs. 2 e 9) - Oferta nacional: Passou de 51,7 milhões de m³/dia em dezembro/2015 para 47,8 milhões de m³/dia em janeiro/2016, queda de 7,6%. (pags. 4 a 10)
01/12/2015 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 106 Destaques de dezembro de 2015 - Demanda de gás natural: A demanda apresentou queda de 4,2% em relação à do mês de novembro de 2015. Vale destacar queda de 8,4% no setor industrial (menor valor registrado no ano de 2015). (pags. 14 a 21) - Produção nacional: Produção nacional registrou elevação de 6,6% em relação à de novembro e, pela primeira vez, ultrapassou a marca de 100 milhões de m³/dia. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Aumento de 2,1% na queima de gás natural. (pag. 8) - Reinjeção: Reinjeção apresentou segundo maior valor do histórico, logo após o recorde de novembro. Impossibilidade de escoar produção do campo de Lula tem contribuído para elevação no histórico recente. (pgs. 2 e 9) - Oferta nacional: Recorde atingido na produção propiciou recuperação do volume de oferta nacional. (pags. 4 a 10)
01/11/2015 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 105 Destaques de novembro de 2015 - Demanda de gás natural: A queda de 2,2 milhões de m³/d resultou no menor valor para o ano de 2015. (pags. 14 a 21) - Produção nacional: A produção nacional caiu 3,4 milhões de m³/d, quando comparada ao mês anterior. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Redução de 19,4% na queima de gás natural, influenciada pelo maior aproveitamento do gás natural produzido no FPSO Cidade de Itaguaí (campo de Lula) e pela redução da queima no FPSO Cidade de São Vicente (campo de Atapu). (pag. 8) - Reinjeção: Aumento resulta em recorde histórico de 29,92 milhões de m³/d (pgs. 2 e 9) - Oferta nacional: Impactada pela redução de produção e pelo aumento da reinjeção, a oferta nacional caiu de 52,0 para 45,8 milhões de m³/d. (pags. 4 a 10) - Importação: Para compensar a redução da oferta nacional, houve incremento de 3,8 milhões de m³/d na regaseificação de GNL, que poderia ser maior caso não houvesse redução da demanda. (pags. 11 e 12)
01/10/2015 BOLETIM MENSAL DE ACOMPANHAMENTO DA INDÚSTRIA DE GÁS NATURAL EDIÇÃO N° 104 Destaques de outubro de 2015 - Demanda de gás natural: Redução de 4,0 milhões de m³/d no consumo total de gás natural resulta em segundo menor valor registrado no ano, 94,9 milhões de m³/d. (pags. 13 a 19) - Importação: A redução da demanda total impactou principalmente a regaseificação de GNL, cujo volume caiu de 20,2 para 17,2 milhões de m³/d . (pags. 10 e 11) - Produção nacional: Produção nacional permaneceu estável quando comparada à do mês anterior. (pags. 5 a 7) - Queima de gás natural: Redução de 15,6% na queima de gás natural, influenciada pelo maior aproveitamento do gás natural produzido no FPSO Cidade de Itaguaí (campo de Lula). (pag. 8)